segunda-feira, 23 de julho de 2012

28ª Meia Maratona Bela Vista Country Clube - Gaspar - 22/07/2012

Eu e meu anjo da guarda bem do meu lado, sr. Clecio Rodrigues

Finalmente consegui participar da minha primeira Meia Maratona! A saga começa no ato da inscrição. Quando finalmente eu efetuo uma inscrição para corrida, já começo a ficar neurótica. Treinos moderados com medo de lesões, alimentação regrada, festas e noitadas condenadas, bebidas alcoolicas nem pensar... Mas um dia antes da competição eu fui obrigada a tomar umas cervejinhas a tarde pra relaxar a mente, mas coisa pouca, nada comparado ao que era antes de eu entrar nessa vida de esportes e competições, onde o meus "esportes" eram levantamento de garfo e de copo ...

No sábado eu estava me sentindo péssima... muito amoada, meu marido achou que era das minhas "dietas" malucas, mas nem era, foi a minha MENSTRUAÇÃO que veio com tudo... Maravilha, pensei de forma sarcástica, tudo que eu queria mesmo era correr menstruada. Mas  como diz aquele velho ditado: "Aquilo que não me mata, me fortalece", não me deixei abalar pela vinda das regras, melhor correr menstruada do que grávida.


Estava determinada a fazer uma boa prova, até porque dessa vez fomos com o carro da Secretaria Municipal de Esportes, onde o Sr. Renato Gomes Laus gentilmente atendeu à minha solicitação, então eu tinha mais um forte motivo para apresentar  o melhor resultado da minha parte.

Então lá fui eu tentar ter uma boa noite de sono antes da prova. Mas quem disse que durmo!! Uma merda isso,  não consigo relaxar, fico maquinando mil coisas na minha cabeça, medo que o despertador não toque na hora, de esquecer alguma coisa,  apesar de todos os meus esforços para relaxar, não adiantou nada.

O Cristiano, motorista da SME foi super pontual, do jeito que eu gosto. E partimos de São Francisco do Sul com destino a Gaspar às 5 horas da manhã. Levamos quase 2 horas e meia para chegar até lá. Uma coisa super chata que achei foi a maneira como foi organizada a entrega dos Kits. De acordo com o regulamento, os kits deveriam ser retirados um dia antes, no dia da prova só poderiam ser retirados se solicitados antecipamente e teria que pegar entre as 06:30 até as 07:00 hs.  Eu havia feito uma autorização para  que um colega fizesse a retirada caso ele chegasse antes de nós, mas como chegamos antes dele eu fui tentar pegar na hora, mas chegamos era quase 7:30 e disseram que nada poderia ser feito. Quase entrei em desespero!!! Foi quando apareceu o organizador que autorizou a retirada dos kits de quem tava no mesmo barco. Haviam muitos atletas nessa situação. Mas quando demos os nossos nomes ela verificou que nossos kits já haviam sido retirados. De fato, nosso amigo Egomar, foi no dia anterior e retirou. 

As camisas "M" vieram com M de minúsculas. Mas não dei importância pra isso, o que importava era que eu já tinha o número de peito e o ship para correr!! Mas deixo aqui a minha reclamação: Se a largada da prova é as 8:30 não custa nada entregarem os kits até as 08:00 hs pelo menos, já não basta todo estress que passamos tendo que madrugar, enfretar uma longa estrada pra chegar cedo e ainda ter que escutar um "não posso fazer nada, por que não chegaram mais cedo". Realmente tem que ter muita calma em certas horas, e é nessas horas que agradeço a Deus por ter sangue de crocodilo nas véias...

Mas graças a Deus e ao nosso amigo, conseguimos nos preparar com nossos números de peitos e ships e se concentrar na prova.

Havia elaborado a seguinte  estratégia para percorrer os 21 km: Correria os primeiros 10 km sem música e a partir do 11 km eu ligaria o som pra dar uma animada, pois sei que já estaria cansada. De fato estava morta já, mas quando tentei ligar meu MP3 com as músicas escolhidas a dedo para me motivar o que acontece?? O negócio não ligou, eu tive a "sorte" de estragar ao molhar quando peguei a água e joquei um pouco na cabeça... Fiquei cabreira de ter que carregar aquele "peso morto" e ainda ter que correr mais 10 km cansada e sem música. Mas nada grave também, nem tudo poderia sair tão perfeito demais né. 

Corri bem, mantendo um bom ritmo. O clima estava super agradável, o percurso era ótimo... Mas lá pelo km 17 eu comecei a sentir dores nas pernas, nada tão intenso, mas o cansaço tinha chegado, e senti que tinha criado algumas bolhas nos meus pés que causavam a sensação de estarem cortando a lateral dos pés. Comecei a correr e fazer pequenas pausas... até que um Sr. que também estava correndo me pegou pela mão e começou a me puxar e me mandar a continuar a correr. foi muito louco isso, eu fiquei irritada alguns momentos pois eu realmente sentia que precisava parar pois já não conseguia respirar e tinha a sensação que iria morrer se continuasse naquele ritmo, mas ele não me ouvia, apenas mandava continuar a correr sem parar pois faltava muito pouco e aquele não era o momento para parar... Eu reclamei muito, falei pra me largar, pra ele ir em frente e me deixar que eu não me importava mas ele não largou. Quando chegamos no km 18 ele deixou que eu fizesse uma micro pausa só pra tomar um gole de água e molhar a cabeça e logo me puxou e me arrastou pra corrida! Fiquei realmente impressionada com essa atitude dele... nessa altura eu acho que comecei a delirar do cansaço e conclui que ele só poderia ser uma espécia de anjo da guarda ou algo do tipo. A partir dali eu corri como ele mandava, mantendo o ritmo que eu aguentava e chegamos juntos. Foi meio engraçado, o pessoal estranhou eu chegar de mão dada com um estranho, minha mãe achou que eu tinha passado mal... 
Eu chegando arrastada pelo Sr. Clécio rsrs

Mas esclarecidos todos os males entendidos, agradeci umas mil vezes o Sr. Clécio, que durante esse reboque me contou que já participou de muitas maratonas e até ultra maratonas e que essa meia que estavamos participando não passava de apenas um "treino longão"  pra ele. Então tá né!! Por essas e outras que adoro correr, a gente conhece pessoas incríveis nessas provas!!
Então fechamos a prova em 1 hora e 48 minutos. Um ótimo resultado pra mim que tinha apenas como meta fechar com menos de 2 horas.
Medalha linda que todos aqueles que completaram a prova receberam.

Medalha linda, gatorede, banana, tangerina, MELANCIA *_*, água, tinha até um pessoal fazendo a verificação de pressão e glicemia, fiz alongamento com ajuda de fisioterapeutas, tudo NOTA 10.
Alguns dos Loucos presentes na corrida 

Fomos aguardar o início da premiação, que começou era meio dia passado. Liberaram Chop pro pessoal, mas nem bebi, não tava passando bem, sentia meu rosto ferver e um embrulho terrível no estômago que em certos momentos achei que iria vomitar de verdade!! 
Aguardando a premiação. Ansiedade level infinito!!

Ficamos na expectativa de que eu ganhasse alguma colocação na minha categoria. E realmente consegui o 5º lugar na categoria 30-34 anos, nem precisa dizer que fiquei absurdamente feliz!!


5º lugar na categoria - 21 km em 1h48min
Haviam 61 atletas competindo nos 21 km, eu fiquei em 15º lugar na geral e em 5º na categoria 30-34, onde 13 mulheres disputavam. Um resultado muito bom se tratando da primeira vez.
Nem mesmo toda dor, cansaço e mal estar conseguiram tirar esse meu sorriso bobo da cara
Esse troféu foi o mais sofrido de todos!!
 Minha mãe, Micaéla e meu marido, Darian participaram da prova de 6 km. 

Maria Micaela fechou a prova dos 6 km em 36 min e 11 seg - Ficou em 32° de 60 atletas. Não foi o seu melhor tempo mas fez a sua parte! Parabéns!!

Darian fechou a prova em 29 min e 55 seg - Ficou em 51º de 116 atletas. Bateu seu recorde mundial pessoal mais uma vez!! Parabéns!!

Equipe Papa- Léguas de São Xico representando São Francisco do Sul - SC
Voltamos pra casa todos cansados, porém realizados e satisfeitos!!! 
Até a próxima aventura!!


6 comentários:

Cleber disse...

Ráaaaa!!! glu glu ié ié!!! Parabéns pelos posts!!!

Luiz Souza disse...

Parabéns Priscila.
Realmente tem que agradecer ao Clécio. Sem a "chatisse dele" você não levaria mais esse trofeuziho.

Agora que venha a maratona hua hua hua

Corridas do Luizz

Enio Augusto disse...

Que tempo sensacional para uma primeira meia. É assim mesmo, lá no final dói tudo, até porque a gente quer correr cada vez mais rápido. Faz parte. Menos mal que o Clécio te ajudou. Parabéns pela prova e pelo troféu. Melhor maneira de estrear em uma meia.

Minha vida de corredor - Eduardo Hanada disse...

Resultado excelente, Priscila. Não poderia ter sido melhor a sua estréia em uma Meia maratona. Esse tempo de 1h48min não é fácil de chegar. Meus parabéns !!!

02superfeliz02 disse...

Nossa Pri, ate me emocionei, com a historia do teu "anjo Clecio"... ele foi mesmo um anjo. É de pessoas assim que o mundo precisa, não só nas corridas, mas nas empresas, escolas, policia, etc. Que cada um de nós possamos seguir o exemplo dele , de ajudar ate quem não quer muito ser ajudado. E tambem o teu exemplo, que melhora a cada dia. Um super beijo e fique com Deus. Adoro teu blog.

Pri disse...

Obrigada pessoal!! Fico muito feliz em poder compartilhar minhas experiências e principalmente minhas alegrias com todos vcs!! Abraços!!